English
- +

23/08/2019

Transparência na Pesquisa Científica

Resenha elaborada pelo pesquisador Daniel Umpierre

A transparência na pesquisa científica é uma prática desejável e tem recebido crescente atenção, pois fortalece valores éticos e a responsabilidade de instituições como órgãos de fomento, universidades, centros de pesquisa, bem como de editores científicos e pesquisadores. Neste contexto, nos dias 8 e 9 de novembro de 2019 será realizado o Simpósio Internacional de Transparência da Pesquisa em Saúde (SITPS 2019) na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre (RS).

O evento promoverá discussões e workshops que pautam temas tais como avaliações de pesquisadores baseadas em qualidade científica, papel de editores e plataformas de artigos para a transparência em pesquisa, comunicação de ciência, compartilhamento de dados e diretrizes de relato científico, e formas de pensar a ciência com mais qualidade e impacto real.

O SITPS 2019 fomentará discussões que resultem em ações para condutas mais transparentes por pesquisadores e instituições. Todos nós podemos ter métodos e processos mais abertos. No nível individual, o exercício de transparência pode ser implementado sem a necessidade de aprendizado significativo de recursos tecnológicos.

Você pode ser mais transparente em suas reuniões de trabalho, elaboração de projetos, ou na produção ou submissão de manuscritos. No nível institucional, a transparência é cada vez mais reconhecida como algo inovador e diferencial, pois rompe práticas antigas e amplia as possibilidades de expansão. Isso requer uma decisão estratégica e gera demanda operacional em maior escala, por exemplo, com a implementação de sistemas que operacionalizem a transparência desejada.

 

Edição: Luiz Sérgio Dibe

Compartilhe: