English
- +

24/05/2018

ERM for Health Care Organizations: An Economic Enterprise Risk Management Innovation Program (E2RMhealth care)

Resenha elaborada pela pesquisadora Ana Paula Etges

Sistemas e processos de gestão de riscos corporativos (ERM) têm sido buscados pelas organizações de saúde a fim de melhorar a capacidade de conduzir práticas proativas de gestão orientadas a criação de valor. Os modelos tradicionais de gestão de riscos corporativos, como o desenvolvido pelo Committee of Sponsoring of the Treadway Commission (COSO) e a ISO 31000 carecem de orientações para atender às peculiaridades de ambientes de gestão complexa como o das organizações de saúde. O artigo publicado recentemente na Value in Health Regional Issues estudou o tema envolvendo 15 organizações de saúde do Brasil e dos Estados Unidos e propõe uma estrutura conceitual para a implementação da ERM especificamente desenhada para as organizações de saúde, o E2RMhealthcare (Economic Enterprise Risk Management in Healthcare).

O modelo sugere quatro níveis de maturidade de ERM a partir do que foi estudado com as organizações, sendo elas: Baseline, Education, Quantitative e Governance. Os níveis são acompanhados de diretrizes que caracterizam a classificação em cada nível e, também, orientam como as organizações podem conduzir a implementação da ERM. Considerando as 15 organizações estudadas, a maioria tem implementado por completo ao nível Baseline, e parcialmente o Education. Os níveis Quantitative e Governance, apesar de estarem por traz do grande objetivo com a ERM, ainda são incipientes entres as organizações, que, também, reportaram a demanda por mais pesquisas e orientações sobre como conduzir esse avanço para estes níveis.

Nesse sentido, o E2RMhealthcare é o primeiro modelo de ERM que define níveis de maturidade, orienta diretrizes para a implementação da ERM, estabelecendo através delas como pode ser conduzida a avaliação econômica do impacto de riscos corporativos e a é estabelecida a contribuição da ERM para a governança corporativa da organização de saúde.

Artigo será divulgado em breve.



Compartilhe: