English
- +

PROCURAR POR


Análise de Custo Efetividade do Índice Tornozelo Braquial Na Re-Estratificação de Pacientes de Risco Cardiovascular Intermediário

Pesquisador Responsável: Leila Beltrami Moreira
Pesquisadores: Jeruza Lavanholi Neyeloff

Análise econômica do custo do tratamento anti-hipertensivo

Pesquisador Responsável: Sandra C Fuchs
Pesquisadores: Cristian T. G. Lopes, Juliane Monks, Leila B Moreira, Flávio D Fuchs

Avaliação do Programa de Cessação do Tabagismo (INCA): dados epidemiológicos e efetividade do tratamento na atenção primária à saúde.

Pesquisador Responsável: Bruce Bartholow Duncan
Pesquisadores: Juliana Dias Pereira dos Santos, Sérgio Antonio Sirena, Elisabeth Blanc Hermont

Efetividade e Custo-efetividade das Estatinas e Fibratos no Tratamento da Dislipidemia no Brasil

Pesquisador Responsável: Carisi A Polanczyk
Pesquisadores: Rodrigo A Ribeiro, Bruce B Duncan, Emilio H Moriguchi, Francisco H Fonseca, Jose L Costa Vieira, Steffan F Stella

 


Resumo: As doenças cardiovasculares são as principais causas de mortalidade em grande parte do mundo ocidental. Um dos fatores de risco mais importante é a elevação do colesterol, na qual os fármacos do grupo das estatinas têm mostrado benefício em ensaios clínicos nos últimos 15 anos. Apesar da efetividade já demonstrada em diversos trabalhos, é necessário sistematizar a totalidade da evidência disponível, e, além disso, avaliar a custo-efetividade destas drogas em um cenário brasileiro. Nosso objetivo neste trabalho é de avaliar a efetividade e a custo-efetividade das estatinas na prevenção de eventos cardiovasculares, na perspectiva do SUS. Nesta proposta, 3 subprojetos estão sendo realizados para alcançar os objetivos.

No subprojeto 1, estamos realizando uma revisão sistemática de todos os ensaios clínicos com desfechos clinicamente relevantes disponíveis, estratificando os efeitos das estatinas por droga e por dosagem utilizada. No subprojeto 2, está sendo feito um registro com pacientes em utilização de estatinas, nas cidades de Porto Alegre e São Paulo, em unidades de atenção primária e terciária, com a finalidade de aferir custos e dados de efetividade em população brasileira. Finalmente, no subprojeto 3, será construído um modelo de custo-efetividade, utilizando parâmetros dos demais subprojetos e de outros estudos da literatura, no intuito de estimar os custos e benefícios da utilização destas drogas, em população usuária do SUS, em prevenção primária e secundária de eventos cardiovasculares.

Este projeto recebeu apoio financeiro do CNPq/DECIT, através de edital público. Os resultados serão divulgados até o final do ano de 2010.

1 2 3 4 5 > >>