English
- +

03/04/2019

Atenção Básica no SUS será uma Secretaria no Ministério

O professor da UFRGS e pesquisador do IATS, Erno Harzheim, declarou ontem que o Ministério da Saúde anunciará daqui a uma semana, durante da Marcha dos Prefeitos à Brasília, a criação da Secretaria Nacional de Atenção Primária. Segundo Harzheim, que atualmente ocupa cargo de secretário de Gestão Estratégica e Participativa, os objetivos são fortalecer o financiamento em ações vinculadas à estratégia de saúde da família, com vistas à ampliação do acesso e da soluções clínicas.

"Será um novo financiamento e uma nova forma de trabalhar. Vamos fortalecer a base científica para a tomada de decisões, fortalecer a vocação clínica e os atributos de equidade no sistema. Vamos adotar a telessaúde como eixo de comunicação entre as atividades e colocar mais recursos naquilo que consideramos estratégico para que o SUS passe a ser uma resposta ao investimento que a sociedade faz com seus impostos", apontou Harzheim.

Na exposição feita durante o Grande Round do HCPA, o secretário também descreveu como meta o avanço na informatização do sistema. Segundo Harzheim, metade da estrutura do SUS já está conectada através de sistemas de informações que abastecem os bancos de dados da administração pública da Saúde. Ele adiantou que a nova Secretaria irá assegurar recursos para este projeto.

JUDICIALIZAÇÃO

Para Erno Harzheim, a combinação de esforços entre fortalecimento da atenção básica e ampliação da base de dados, entre outras medidas a serem implementadas, resultará também em um instrumento de contraposição à judicialização na saúde. "A judicialização ocupa o espaço da ineficiência do sistema. Vamos propor uma nova forma de incorporar serviços e fazer com que mais decisões administrativas repercutam em menos decisões judiciais", comentou.

 

Texto e edição: Luiz Sérgio Dibe