English
- +

27/11/2018

Curso do IATS disseminou ATS para as cinco regiões do Brasil

Mais profissionais com atividades integradas a processos de Avaliação de Tecnologias em Saúde (ATS) nas organizações onde atuam e ampla representação do território nacional marcaram a 3ª Edição do Curso de Metodologia em ATS, promovido pelo IATS no segundo semestre deste ano. A atividade, que compõe a estratégia de Ensino e Formação de Recursos Humanos pelo INCT, teve 104 participantes, superando o número de alunos capacitados com relação às edições anteriores.

Conforme a supervisora do curso, pesquisadora Fernanda D’Athayde Rodrigues, o perfil dos aprovados foi muito diversificado, incluindo diferentes profissões, áreas de atuação, níveis de formação acadêmica e conhecimentos prévios relacionados à temática do curso. Cerca de 65% dos aprovados atua em atividade hospitalar, 20% em instituições de Ensino Superior, 2% na indústria farmacêutica e 13% e outras áreas. Os profissionais capacitados são oruindos das regiões Sul (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul), Sudeste (São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais), Centro-Oeste (Mato Grosso do Sul e Distrito Federal), Nordeste (Bahia, Ceará e Pernambuco), Norte (Pará e Tocantins).

"Tivemos uma turma mais detalhista e exigente, na qual havia mais alunos com conhecimento na área de ATS. Alguns deles já estão trabalhando em núcleos de ATS nas suas organizações. Também tivemos muitos alunos que fizeram o curso em busca de aprimoramento. Todos os aprovados apresentaram um bom desempenho na execução dos exercícios e da avaliação final, demonstrando capacidade de gerenciar o tempo e conciliar as atividades profissionais com a educação continuada", aponta Fernanda.

Segundo a pesquisadora, a procura mais acentuada pelo curso demonstra que há maior difusão sobre o tema e indica que existe demanda por profissionais com este conhecimento, o que justifica o interesse por qualificação na área de ATS. "O objetivo do Curso era oferecer noções introdutórias sobre metodologia em ATS, sendo que cerca de 70% dos aprovados consideraram que temas discutido foram abordados com profundidade ou detalhes suficientes", descreve Fernanda.

Entre as avaliações dos participantes, houveram pedidos para que o curso tenha seu tempo de duração ampliado em virtude do nível de exigência das tarefas, algumas sugestões de aprofundamento nas aulas sobre análises estatísticas e de detalhamento sobre técnicas de modelagem. Outras edições do curso ocorrerão em breve e serão divulgadas nos canais de Comunicação do IATS.

 

Texto e edição: Luiz Sérgio Dibe