English
- +

08/11/2016

A.C. Camargo promove avaliação sobre sua produção científica

Na próxima segunda-feira, dia 14, o A.C. Camargo Cancer Center receberá os cinco cientistas internacionais que serão responsáveis por avaliar a qualidade de sua produção científica. Trata-se do Conselho Consultivo Científico (Scientific Advisory Board - SAB). Estes pesquisadores (nomes listados abaixo) integrarão simpósio, debates e reuniões com os grupos de pesquisa do A.C. Camargo e estarão disponíveis para entrevistas com a imprensa no período da manhã do dia 14. A porta-voz pelo A.C.Camargo será a cientista e Superintendente de Pesquisa, Vilma Regina Martins.

Chairman de Oncologia da Universidade McGill, do Canadá, o brasileiro Eduardo Franco integra o grupo de notáveis cientistas ao lado de Charles Balch, Professor de Cirurgia do MD Anderson Cancer Center e um dos maiores especialistas mundiais em câncer de mama; Mary Gospodarowicz, que presidiu a UICC (União Internacional para o Controle do Câncer) nos últimos dois anos e hoje é Diretora Médica do Princess Margareth Cancer Centre, Canadá; a biologista celular e membro da Academia Americana de Ciências Mina Bissell, do Berkeley Lab, dos Estados Unidos; e Webster Cavenee, diretor internacional de Alianças Estratégicas do Ludwig Cancer Research,  dos Estados Unidos. 

Para a formação do Conselho adotou-se a estratégia de convidar cientistas renomados por sua experiência internacional, mas que também já tivessem conhecimento das especificidades do Brasil dentro do cenário da Oncologia. Além disso, buscou reunir pesquisadores que atuam em diferentes especialidades como epidemiologia, cirurgia, terapia, genética e biologia tumoral. “Esta iniciativa contribui na avaliação da nossa produção científica e apoiará o incremento na relevância do conhecimento clínico-científico gerado na Instituição, promovendo  maior compreensão sobre os fatores associados ao câncer, seu diagnóstico preciso e tratamento baseado em evidências científicas. Esta atividade terá, portanto, um impacto direto na excelência da linha do cuidado, diagnóstico e tratamento ao nosso paciente”, destaca a cientista e Superintendente de Pesquisa do A.C. Camargo, Vilma Regina Martins. 

Líder do SAB, o epidemiologista Eduardo Franco realizou a primeira visita ao A.C. Camargo em março e suas recomendações foram consideradas no contexto do planejamento estratégico que a Instituição desenvolveu especificamente para as áreas de ensino e pesquisa. Dentre as diretrizes estabelecidas estão a ampliação da participação de médicos e cientistas nas atividades de ensino e pesquisa e também a definição de linhas prioritárias de pesquisa a serem desenvolvidas, o que aumentará a relevância na geração do conhecimento científico. 

“Queremos fomentar ainda mais a participação do A.C. Camargo em consórcios internacionais de pesquisas sobre o câncer, trazer estudos clínicos que possam beneficiar nossos pacientes atuais e futuros, atuando de forma colaborativa e integrada na pesquisa do câncer e no seu retorno como benefício ao paciente”, reforça Vilma Martins.

Com 168 artigos publicados em 2015, o A.C. Camargo está entre as instituições de saúde brasileiras que mais publicam nas revistas científicas de maior influência e impacto.  No âmbito do Ensino, criou em 1953 o primeiro e maior Programa de Residência Médica em Oncologia do país, com mais de 1100 especialistas formados em seis décadas.  Já o seu programa de Pós-graduação, iniciado em 1997 e reconhecido pelos órgãos federais de competência nesta atividade, formou até hoje 579 mestres e doutores.

 

Edição: Luiz Sérgio Dibe