English
- +

26/04/2016

Dia Mundial da Malária marca esforços para eliminar doença

Um ano após a Assembleia Mundial de Saúde decidir eliminar a Malária em pelo menos 35 países até 2030, a Organização Mundial de Saúde (OMS) lançou seu relatório sobre o Dia Mundial da Malária mostrando que essa meta, apesar de ambiciosa, é alcançável. Em 2015, todos os países na Regional Europeia da OMS, apresentaram pela primeira vez zero caso de Malária em indígenas, contra 90 mil casos registrados em 1995. Fora dessa região, oito países não registraram casos da doença: Argentina, Costa Rica, Iraque, Marrocos, Oman, Paraguai, Sri Lanka e Emirados Árabes.

A publicação “Estratégia Técnica Mundial para Malária 2016-2030”, aprovada pela Assembleia Mundial de Saúde de 2015, convoca para a eliminação da transmissão local da Malária em pelo menos 10 países até 2020. A OMS estima que 21 países estão em condições de cumprir essa meta, incluindo seis na Região Africana, onde a incidência da doença é mais intensa.

No Brasil, segundo o  Ministério da Saúde (MS), foram registrados 143 mil casos de Malária no ano passado. A divulgação ocorreu nestta segunda-feira, 25 de abril, Dia Mundial da Malária, quando o MS também lançou a campanha “Elimine a Malária para o Bem”.

 

Confira íntegra da divulgação brasileira no Portal da Saúde.

Leia a divulgação internacional no site da Organização Mundial da Saúde.

Acesse o relatório Estratégia Técnica Mundial para Malária 2016-2030.

 

Edição: Luiz Sérgio Dibe