English
- +

26/03/2010

Reconhecimento Internacional do IATS

O trabalho Estimating the SF-6D value set for a population based sample of Brazilians apresentado no 13º Congresso Anual Europeu do ISPOR (International Society for Pharmacoeconomics and Outcomes Research), realizado em Praga, foi premiado como uma das 3 melhores apresentações orais na categoria estudante entre mais de 50 projetos.

Luciane Cruz, uma das pesquisadoras e ganhadora do prêmio, falou sobre a importância dessa conquista: “O prêmio obtido parece ter sido um reconhecimento do avanço do Brasil nesta linha de pesquisa e inserção do país no cenário mundial de adaptação de medidas de qualidade de vida para análises econômicas, pois até então este tipo de instrumento não era disponível no contexto nacional. Poucos países em desenvolvimento já realizaram este tipo de projeto”.

O trabalho apresentado foi parte de um projeto que adaptou, na população de Porto Alegre, um questionário que mede a qualidade de vida, o SF-6D, criado há alguns anos na Inglaterra. Através deste instrumento gera-se o chamado índice de utilidade, empregado para avaliar a efetividade de diversos tratamentos de saúde. 

O questionário aborda perguntas relativas à capacidade funcional, aspectos físicos e emocionais, aspectos sociais, dor, saúde mental e vitalidade do indivíduo. A partir deste questionário (SF-6D), aplicado na população de Porto Alegre, os pesquisadores puderam construir uma fórmula para cálculo de índices de utilidade nacionais.

Os resultados encontrados demonstraram que os índices gerados por este instrumento quando aplicado na população brasileira são diferentes dos índices obtidos quando aplicado na população britânica. O principal produto obtido com este trabalho será a possibilidade de realizar estudos de custo-utilidade com os índices de utilidade regionais e não mais índices de outros países.

O congresso da ISPOR é um evento que reúne agentes ligados à avaliação de tecnologias em saúde de todo o mundo, com mais de 20.000 inscritos. Para a Dra Luciane, este reconhecimento foi um feedback positivo em relação ao trabalho realizado pelos pesquisadores do IATS . 


 

Jornalista: Bruna Repetto