English
- +

19/09/2013

4ª Conferência Latino-americana da ISPOR

 

Pesquisadores brasileiros do Instituto de Avaliação de Tecnologia em Saúde (IATS) divulgam estudos e palestram sobre as perspectivas da Avaliação de Tecnologia em Saúde (ATS) no Brasil.
 
por Bruna Repetto – Jornalista
 
 
A 4ª Conferência Latino-americana da ISPOR - The International Society for Pharmacoeconomics and Outcomes Research – que será rea¬lizada na cidade de Buenos Aires, terá a participação de pesquisadores brasileiros que desenvolvem estudos direcionados a avaliar tecnolo¬gias em saúde (medicamento, prótese, novo tipo de cirurgia, exame diagnóstico mais avançado ou a implementação de um novo modelo de unidade assistencial). O Instituto de Avaliação de Tecnologia em Saúde (IATS), com sede na cidade de Porto Alegre e presente e outras seis capitais, é uma organização vinculada ao Ministério da Saúde e ao CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) e desenvolve projetos para avaliar e incorporar tecnologias no Sistema Único de Saúde (SUS).
Na pré-conferência, dia 11 de setembro, a Coordenadora Adjunta do IATS, Professora Carisi Polanczyk, irá palestrar sobre as perspectivas da ATS no Brasil, com o título Brazil HTA future perspectives. 
- O Brasil evoluiu muito nos últimos 10 anos, mas ainda a assis¬tência à saúde é heterogênea, se compararmos a região Sudeste com o Nordeste do Brasil. Os grandes desafios que encontramos são de ordem técnica, de formação e valorização do profissional que realiza pareceres. A questão política também é um fator importante no processo, no mo¬mento em que a adoção de decisões em saúde seja baseada em evidên¬cias clínicas e não sob pressão de outra natureza. - destaca Polanczyk.
Durante a conferência, de 12 a 14 de setembro, serão expostas duas pesquisas, em formato de pôster, realizadas pelos pesquisadores Hille¬gonda M. D. Novaes, Patricia Soarez e Alex Itria. Também serão apresen¬tados um estudo sobre a análise do custo-efetividade da incorporação da vacina contra o HPV no programa nacional de imunização e outro sobre a despesa nacional com a triagem, diagnóstico e tratamento do câncer do colo de útero: estimativas baseadas em informações dos sis¬temas de saúde no Brasil em 2006.
Em torno de 400 artigos publicados em periódicos nacionais e inter¬nacionais, a inovação no IATS se caracteriza pela qualificação de produ¬tos existentes. Mensalmente são publicadas resenhas sobre importantes estudos realizados pelo instituto, como a pesquisa Eficácia da aferição domiciliar da pressão arterial para o controle de hipertensão arterial: re¬sultados de um ensaio clínico randomizado – estudo MONITOR. Com base nesse estudo, a disponibilização em larga escala de programas de Mo¬nitorização Residencial da Pressão Arterial (MRPA) tem o potencial de melhorar as taxas de controle da hipertensão arterial e assim contribuir na prevenção das doenças cardio e cerebrovascular associadas.
O IATS tem ações que abrangem a pesquisa, ensino e assistência em saúde de diferentes formas, tendo a área da educação como um forte pilar de ação. No ano passado, aconteceu a 1ª edição do curso de Ensino à Distância (EAD) sobre Avaliação de Tecnologias em Saúde (ATS) para gestores de saúde, com a previsão da realização da 2º edição no primei¬ro semestre de 2014. 
Para o segundo semestre deste ano também está previsto o lan¬çamento do Dicionário em ATS, que possui mais de cem verbetes com nomenclaturas em inglês e traduções ao português de termos utilizados dentro da economia e gestão em saúde. O livro terá versão impressa e digital e será o primeiro na área de ATS.
 
IATS - Com um grupo de mais de oitenta pesquisadores, o IATS tem representatividade nas Universidades Federal e Estadual de São Pau¬lo, Universidade Federal e Estadual de Pernambuco, Universidade Fe¬deral de Goiás, Universidade Estadual do Rio de Janeiro, Universidade de Brasília, Hospital do Coração, Universidade Federal de Minas Gerais e Universidade Federal do Rio Grande do Sul. O Instituto é coordena¬do pelos Professores Flávio Danni Fuchs e Carisi Anne Polanczyk e sua sede fica no Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA).
 
 
Fonte: JBES- Jornal Brasileiro de Economia da Saúde, agosto 2013, pg. 123
 
 
Confira a edição completa.