English
- +

07/12/2009

IATS é representado por seus pesquisadores em encontros nacionais

Dois eventos nacionais, ocorridos no final de novembro em Brasília, abordaram assuntos extremamente relevantes para a saúde pública e contaram com a presença de pesquisadores do IATS. No dia 25, o Ministério da Saúde e da Ciência e Tecnologia ampliaram a Rede Nacional de Pesquisa Clínica (RNPC), com participação dos doutores Carisi Polanczyk, Nadine Clausell (na foto com Ministro José Gomes Temporão e Dr. Reinaldo Guimarães - Secretário de Ciência e Tecnologia), Otávio Berwanger e Paola Zuchi. O objetivo desta ampliação é contribuir para o incremento e colaboração entre os centros de pesquisa clínica e suas estratégias de desenvolvimento científico. Outra grande preocupação dos ministérios é oferecer uma alternativa institucional que possibilite a reversão compulsória de excedentes financeiros para as instituições em que se desenvolvam os estudos, priorizando as atividades voltadas para o SUS e a população brasileira. Na oportunidade, fizeram a abertura do evento os Ministros da Saúde, José Gomes Temporão e da Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende. A rede, que antes integrava 19 institutos de pesquisa, agora passa a contar com 32 centros.

Já no dia 26, outro encontro reuniu especialistas a fim de tratarem sobre as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) e da AIDS. Os pesquisadores do IATS Carisi Polanczyk, Helena Barreto e Ricardo Kuchembecker estiveram presentes na ocasião. Custo-efetividade e seu uso na tomada de decisão em saúde pública foi o assunto da palestra proferida pela doutora Carisi, professora da Faculdade de Medicina da UFRGS. Já o doutor Ricardo Kuchembecker, médico do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, tratou sobre os objetivos e a integração da modelagem custo-efetividade com os centros de pesquisa, e a respeito da implantação da farmacovigilância de eventos adversos.